florestas Pnud debate papel das florestas para combater mudança climática

Chefe da agência, Helen Clark, disse que conservação é importante para manter 1,6 bilhão de pessoas que dependem das florestas para viver; secretário-geral da ONU fará pronunciamento esta quinta-feira no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça

Conservação

Clark disse que “a conservação das florestas é crítica para a mitigação climática”. Segundo ela, essas regiões absorvem dióxido de carbono e fornecem uma variedade de serviços mas quando desmatadas se tornam fonte de emissões que causam o efeito estufa.

Segundo o Pnud, mais de 13 milhões de hectares de florestas são devastadas todos os anos, uma área que corresponde a três vezes o tamanho da Suíça. Essa ação contribui em até 20% das emissões de gases globais, ameaça o progresso econômico e o bem-estar humano.

Para Clark, a conservação é importante para manter 1,6 bilhão de pessoas que dependem das florestas para viver

Ela disse que lidar com o desmatamento pode resultar em várias vitórias, para o clima, para o desenvolvimento inclusivo e para o crescimento econômico. Outros beneficiados serão os pequenos agricultores e os povos indígenas.

Mas a chefe do Pnud afirmou que isso só será possível se todos os setores agirem em conjunto. Por isso, ela diz, manter todos os grupos engajados é crucial em Davos.

Ban Ki-moon

Helen Clark deu como exemplo o Fórum do ano passado quando os líderes decidiram avançar com uma cadeia de suprimentos originados de áres livres de desmatamento.

Segundo ela, só para citar um exemplo, o resultado pôde ser visto no aumento de mais de 90% do comércio de óleo de palma.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, chega esta quinta-feira a Davos e discursa logo mais no Fórum Econômico Mundial.

* Publicado originalmente pela Rádio ONU.