ommconcentracao400 OMM confirma que concentração de CO2 na atmosfera em abril ficou acima de 400 ppm no Hemisfério Norte

Segundo a OMM, as 400 ppm são “uma marca de grande significância simbólica e científica, e reforçam as evidências de que a queima de combustíveis fósseis e outras atividades humanas são responsáveis pelo contínuo aumento dos gases do efeito estufa que aquecem nosso planeta.”

“Esse deveria ser mais um alerta para o aumento constante dos gases do efeito estufa que estão acelerando as mudanças climáticas. Se queremos preservar nosso planeta para as futuras gerações, necessitamos urgentemente reduzir as emissões. O tempo está acabando”, afirmou Michel Jarraud, secretário-geral da OMM.

A OMM explica que um pico na concentração de CO2 nessa época do ano no Hemisfério Norte é comum devido ao ciclo das plantas, mas que nunca antes a marca dos 400 ppm havia sido ultrapassada.

De acordo com a entidade, a concentração de CO2 na atmosfera subiu a uma taxa de dois ppm por ano na última década, sendo que, em 2012, a média anual foi de 393,1 ppm, ou 141% acima do nível pré-Revolução Industrial, 278 ppm.

A OMM prevê que já em 2015 ou 2016 a média anual global da concentração de CO2 fique acima das 400 ppm.

* Publicado originalmente no site CarbonoBrasil.