Belo Monte, Anúncio de uma Guerra

Print Friendly, PDF & Email
A hidrelétrica de ( antigamente conhecida como Kararaô ) é uma usina hidrelétrica complexo em construção no Rio Xingu no estado do Pará , . A planejada capacidade instalada do complexo barragem seria 11.233 megawatts (MW), o que tornaria o segundo maior complexo de hidrelétrica no Brasil e no mundo, a terceira maior em capacidade instalada, atrás da represa das Três Gargantas na China e da-brasileira paraguaia Itaipu .

Publicado em 27 de mar de 2013

Considerando as oscilações do fluxo do rio, a geração de capacidade mínima garantida a partir da barragem de mediria 4.571 MW, 39% da sua capacidade máxima. As linhas de transmissão iria ligar a eletricidade gerada pelas barragens turbinas à rede elétrica principal brasileiro, que iria distribuí-lo em todo o país, tanto para o consumo residencial e comercial, e para suprir o crescimento de indústrias como a de alumínio transformação e metalurgia . Rápido crescimento econômico do Brasil na última década tem provocado uma enorme demanda por novas fontes e estável de , especialmente para suprir suas indústrias em crescimento. No Brasil , 46% da energia consumida provém de energias renováveis ​​fontes, e usinas produzem mais de 85% da energia elétrica. O Governo decidiu construir novas usinas hidrelétricas para garantir nacional de segurança energética .

https://www.youtube.com/watch?v=WxCardqnjk8

No entanto, há uma oposição tanto no Brasil e entre a comunidade internacional para a construção potencial do projeto quanto à sua viabilidade econômica, a eficiência de geração das represas e, em particular, seus impactos sobre os povos da região e meio ambiente. Além disso, os críticos temem que a construção da represa de Belo Monte poderia fazer a construção de outras barragens a montante, o que poderia ter impactos maiores, mais viáveis.
Os planos para a barragem começou em 1975, mas foram logo arquivado devido à controvérsia, pois eles foram mais tarde revitalizada no final de 1990. Na década de 2000, a barragem foi redesenhado, mas enfrentou controvérsia renovada e (controversa) avaliações de impacto foram realizadas. Em 26 de agosto de 2010, foi assinado um contrato com a Norte Energia para a construção da barragem de uma vez que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis ​​() emitiu a licença de instalação. A licença de instalação parcial foi concedida em 26 de janeiro de 2011 e uma licença completa para a construção da barragem foi emitida em 1 de Junho de 2011. O processo de licenciamento e construção da barragem ter sido envolvido em batalhas judiciais federais, a decisão atual é de que a construção é permitida, porque a licença é baseada em cinco diferentes ambientais relatórios técnicos e de acordo com o RIMA Relatório de Impacto (Ambiental, EIA -RIMA estudo) para Belo Monte.

Gosta do nosso conteúdo?
Receba atualizações do site.
Também detestamos SPAM. Nunca compartilharemos ou venderemos seu email. É nosso acordo.